O Melhor do Gospel é Aqui

Fique conectado; Ouça nossa programação, a FÉ vem pelo ouvir.

Jovem Adorador

Jesus te ama e te aceita como você é; Adore ao Senhor de todo seu coração e venha louvar.

Jovem Adorador

Jesus te ama e te aceita como você é; Adore ao Senhor de todo seu coração e venha louvar.

Louvor e Adoração na Radio Louvores

Entregue-se aos Louvores que edficam a alma, adore o senhor e louve bem alto.

O Melhor do Gospel é aqui

Envie nos seu audio e colocaremos em nossa programação.

A Propaganda é a Alma do Negocio

Anuncie na Radio e obtenha maiores resultados com propaganda.

Aumente o Volome

Você esta ouvindo a Radio Louvores, O Melhor do Gospel.

sábado, 18 de maio de 2019

Deus está contigo

Contudo o Senhor mandará a sua misericórdia de dia, e de noite a sua canção estará comigo, uma oração ao Deus da minha vida. (Salmos 42:8)

Como tens passado? Dias difíceis? Dias de lamento? Porém, já parou para perceber, que muitos que passam o que você passa, não suportam?

Muitos caem, tropeçam e morrem. E você também deveria já ter caído ou até morrido, porque não é melhor do que eles. *A diferença, é que O SEU DEUS,* vem te mantendo de pé até hoje, e continuará, porque ele é Fiel. (2Ts 3:3).

Mas fiel é o Senhor, que vos confirmará, e guardará do maligno.

*Muitos que falam da tua vida, não suportariam um dia no seu lugar.* Mas o Senhor vem provando a sua força, e fidelidade a Deus, pois é notória a misericórdia Dele sobre ti!



Da mesma forma, o salmista estava sentindo-se abatido (Sl 42:6), preocupado com o que os outros diziam dele. (Sl 42:3).

Mas ao final de cada dia, percebia que o Senhor esteve com ele o tempo todo, pois concedeu a sua misericórdia o dia todo, e por isso, pela noite, ele pode cantar e louvar ao Senhor, agradecer por mais um dia, e confiar que na manhã seguinte ao levantar da cama, o Senhor levantará com ele.

Se você suportou mais um dia, é porque a misericórdia do Senhor esta sobre ti.

Misericórdia, conforme nosso dicionário é: Sentimento de dor e solidariedade com relação a alguém que sofre uma tragédia pessoal ou que caiu em desgraça; dó, compaixão, piedade.

E sim, o Senhor tem sido misericordioso contigo. Quer provas? Olhe para seus pecados. Olhe para quantos erros você comete todo dia…

Lembre que muitas das suas falhas, o Senhor não cobrou de você, nem lhe pesou a mão! Mas te deu uma nova chance para fazer diferente, várias vezes.

Isso é misericórdia, pois o salário do pecado é a morte (Rm 6:23), porém você esta respirando, o Senhor te deu vida!

Portanto, você pode cantar. Você pode até prever o seu próprio futuro, como fez o salmista. Se você crê que a misericórdia do Senhor esta sobre ti, cante e diga igual o salmista:

Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, o qual é a salvação da minha face, e o meu Deus. (Salmos 42:11).

#Compartilhe essa é uma forma de evangelizar!


Precisamos seguir o exemplo de Jó

Havia um homem na terra de Uz, cujo nome era Jó; e era este homem íntegro, reto e temente a Deus e desviava-se do mal. (Jó 1:1)

“Não sou rico igual Jó, se fosse, seria fiel como ele foi”.

Dizer algo parecido com isso, é apenas uma desculpa para não seguir o exemplo bíblico.

Toda vez que se fala em exemplo, alguém traz uma desculpa para justificar o motivo de não ser exemplo.

📌Jó foi rico, mas não nasceu rico, a bíblia diz que Deus o cercou de bênçãos, (Jó 1:10), portanto, Jó foi ficando cada vez mais rico por causa da sua fidelidade a Deus.

Quando se fala em Jó, todo mundo pensa em paciência.

Por causa de pregações antigas e hinos que falam da paciência de Jó.

E com isso, esquecemos que Jó é um exemplo muito mais de confiança cega em Deus, do que de paciência.

O primeiro exemplo de Jó que precisamos seguir é de caráter.

A bíblia diz: Íntegro, Reto e que se Desvia do Mal. E o próprio Deus dá testemunho dele dizendo: Ninguém há na terra semelhante a ele. (Jó 1:8).

📌Caráter é uma marca; a palavra caráter vem de caractere, que é um símbolo feito para marcar.

Por exemplo, o símbolo do anel do rei, é um caractere.

O símbolo das teclas do seu computador, são caracteres. Cada símbolo deixa uma marca única, e essa marca nunca muda!

Você pode teclar mil vezes um caractere, e não adianta, vai sair sempre a mesma marca.

Isso é caráter! Nós precisamos deixar sempre a mesma marca por onde passar.

📌Você não pode ser uma coisa na igreja, e outra coisa fora da igreja.

Uma coisa no trabalho e outra coisa na escola.

Precisamos seguir o exemplo de Jó e ter caráter, sendo a mesma pessoa em qualquer lugar, quando estamos acompanhados e principalmente quando estamos sozinhos.

O segundo exemplo de Jó que precisamos seguir é de equilíbrio. (Jó 1:2,3).

A bíblia diz que Jó teve 10 filhos, e qualquer casal que tenha filhos sabe que isso te obriga a ter muito trabalho e despesa.

📌 Quantos casais com apenas 1 ou 2 filhos e vivem reclamando do fato de tê-los?

Dizendo que seus filhos atrapalham seus negócios, sua carreira, seu trabalho, sua vida profissional como um todo.

Jó teve 10 filhos, em um tempo que não existia fralda descartável, nem máquina de lavar.

E mesmo assim, no seu trabalho, ele foi abençoado!

Mesmo tendo uma creche em casa, isso não atrapalhou o trabalho de Jó, não o impediu de prosperar na vida profissional, pois isso vem de Deus, muito da fidelidade de Jó, não importa a quantidade de filhos que você tenha.

📌 Pois os filhos são herança do senhor! (Sl 127:3).

Jó tinha equilíbrio entre sua família e seu trabalho.

Tanto, que ao enriquecer, não vemos os filhos de Jó brigando para ver quem ficaria com a fortuna, mas vemos eles se reunindo com frequência para se alegrar, Jó tinha um trabalho abençoado e uma família unida.

📌Equilíbrio é temperança, que é domínio próprio, que é fruto do Espírito Santo (Gl 5:22).

Que você tenha caráter como Jó, e equilíbrio entre sua família e seu trabalho em nome de Jesus.

Deus abençoe sua vida, família e ministério em nome de Jesus.

#Compartilhe nosso link.

quinta-feira, 16 de maio de 2019

A cura do doente através da oração

Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor;
E a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados. (Tiago 5:14,15)

Você acredita que uma simples oração pode curar uma enfermidade que nem a medicina encontrou solução ainda?

Tiago ensina de forma simples, como ministrar a cura sobre os enfermos. Se estiver alguém doente, primeira coisa chamem os presbíteros da igreja. A pergunta é: Por que não chamar o pastor da igreja? Afinal, “pastor esta acima de presbítero”.

A resposta é simples. Nos tempos bíblicos, presbítero e pastor é a mesma coisa. (1 Pe 5:1). Quando Tiago manda chamar os presbíteros, trazendo para os dias de hoje é: Chamem os pastores da igreja!

Surge logo outra pergunta, hoje temos apenas 1 pastor para cada igreja, por que Tiago manda chamar “os presbíteros” dando a entender que são vários? A resposta é simples, é porque na igreja primitiva, cada igreja era comandada por uma equipe de pastores, ou seja, uma equipe de presbíteros. Por isso Paulo fala:

Os presbíteros que governam bem sejam estimados por dignos de duplicada honra, principalmente os que trabalham na palavra e na doutrina; (1 Timóteo 5:17)

Existem os presbíteros que trabalham na palavra; Significa os que pregam o evangelho, evangelistas! Trazem almas. E existem também os presbíteros que trabalham na doutrina;

Significa, os que ensinam a palavra, doutores e mestres. Porém, existem outros presbíteros que fazem outras coisas, e todos eles merecem dupla honra, mas principalmente esses 2, que trabalham na palavra e na doutrina.

Que bom seria se nossas igrejas hoje, seguissem esse modelo, ao invés de ter apenas um pastor, tivessem uma equipe de pastores.

Tiago fala para orar e ungir com óleo. Longe de sustentar a extrema unção, esta passagem trata de presbíteros (não sacerdotes) orando para a cura do enfermo; e nesse caso, o texto fala de óleo medicinal (é a mesma palavra grega usada também nessas passagens Mc 6.13; Lc 10.34),

Sabemos que o azeite era utilizado para preparar alguém para morte, quando Tiago manda ungir com óleo não é um preparativo mágico para a morte; mas é sim de cura e restabelecimento físico e espiritual, porque o azeite também era usado como remédio. Logo, trazendo para os dias de hoje, ficaria assim:

Esta alguém doente? Chamem os pastores, deem remédio e orem com imposição de mãos.

E embora o texto use o verbo: salvar! Não é salvação além do túmulo (pois a palavra grega sõzõ, “salvar”, “curar”,  é a mesma utilizada nessas passagens Mt 9.21,22; 14.30; 24.13, 22; Lc 7.50; 8.12, 36, 48, 50.). Que não trata de salvação da alma.

Portanto sim, Tiago esta dizendo: Esta alguém doente? Chamem os pastores, deem remédio ao enfermo, e então orem por ele com fé, e essa oração dará saúde, e se tiver algum pecado, será perdoado!

Portanto, oremos pela cura divina. Mas não rejeitemos o remédio e o tratamento! Pois o remédio e o tratamento também são dados por Deus, para nos curar.

By Marcos Mattos
Radio Louvores Comunicações
O Melhor do Gospel é Aqui!

quarta-feira, 15 de maio de 2019

Arrependei-vos e Convertei-vos

Arrependei-vos, pois, e convertei- vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os tempos do refrigério pela presença do Senhor,
Atos 3:19

O arrependimento é um dos primeiros princípios do evangelho e é essencial para nossa felicidade temporal e eterna. É muito mais do que apenas reconhecer erros. É uma mudança de mente e coração que nos dá uma nova visão sobre Deus, sobre nós mesmos e sobre o mundo. Inclui afastar-se do pecado e pedir perdão a Deus. É motivada pelo amor a Deus e pelo desejo sincero de obedecer aos Seus mandamentos.

Por meio da Expiação de Jesus Cristo, nosso Pai Celestial providenciou a única maneira de sermos perdoados de nossos pecados ( Entenda que é sermos perdoados, mas as pessoas confundem perdão com salvação.). Jesus Cristo sofreu a penalidade por nossos pecados para que possamos ser perdoados se nos arrependermos sinceramente. Ao nos arrependermos e confiarmos em Sua graça salvadora, seremos limpos do pecado.

O arrependimento é às vezes um processo doloroso; ( Meu Pastor ontem, me ensinou sobre a poda da arvore, que dói na arvore, mais precisa ser podada para frutifica cada vez mais.)  mas leva ao perdão e à paz duradoura. Por meio do profeta Isaías, o Senhor disse: “Ainda que os vossos pecados sejam como a escarlate, serão como a neve branca; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, serão como a lã ”( Isaías 1:18 ). Nesta dispensação, o Senhor prometeu: “Aquele que se arrependeu de seus pecados é perdoado e eu, o Senhor, deles não mais me lembro” ( D & C 58:42 ). O arrependimento inclui os seguintes elementos:

Fé em Nosso Pai Celestial e Jesus Cristo. O poder do pecado é grande. ( Tanto que o preço é a morte.) Para nos libertarmos disso, devemos nos voltar para nosso Pai Celestial, orar com fé e agir como Ele nos pede. Satanás pode tentar nos convencer de que não somos dignos de orar - que nosso Pai Celestial está tão desgostoso conosco que jamais ouvirá nossas orações. Isso é uma mentira. Nosso Pai Celestial está sempre pronto para ajudar, se chegarmos a Ele com um coração arrependido. Ele tem o poder de nos curar e nos ajudar a triunfar sobre o pecado.

O arrependimento é um ato de fé em Jesus Cristo - um reconhecimento do poder de Sua Expiação. Nós podemos ser perdoados apenas em seus termos. Ao reconhecermos com gratidão a Sua Expiação e Seu poder para nos purificar do pecado, podemos “exercer [nossa] fé para o arrependimento”.
 ( Alma 34:17 ).

Tristeza por pecado. Para sermos perdoados, devemos primeiro reconhecer em nós mesmos que pecamos. Se estivermos nos esforçando para viver o evangelho, tal reconhecimento levará a “tristeza piedosa”, que “opera o arrependimento para a salvação” ( 2 Coríntios 7:10 ). A tristeza segundo Deus não vem por causa das conseqüências naturais do pecado ou por causa do medo da punição; em vez disso, vem do conhecimento que temos, por meio de nossas ações, desagradou nosso Pai Celestial e nosso Salvador. Quando experimentamos a tristeza divina, temos um desejo sincero de mudança e uma disposição para nos submeter a todo requerimento de perdão.

Confissão. “Aquele que encobre os seus pecados não prosperará; mas o que os confessa e deixa, alcançará misericórdia” ( Provérbios 28:13 ). Essencial para o perdão é a disposição de revelar plenamente ao Pai Celestial tudo o que fizemos. Devemos nos ajoelhar perante Ele em humilde oração, reconhecendo nossos pecados. Confessamos nossa vergonha e culpa e depois pedimos ajuda.

Transgressões graves, como violações da lei da castidade, podem colocar em risco a participação de uma pessoa na Igreja. Portanto, esses pecados precisam ser confessados ​​ao Senhor e a Seus representantes do sacerdócio na Igreja. Isto é feito sob os cuidados de um bispo ou do seu pastor, que serve como vigias e juízes na Igreja. Embora somente o Senhor possa perdoar pecados, esses líderes do sacerdócio desempenham um papel fundamental no processo de arrependimento. Eles manterão as confissões confidenciais e ajudarão durante todo o processo de arrependimento.

Abandono do pecado. Embora a confissão seja um elemento essencial do arrependimento, isso não é suficiente. O Senhor disse: “Desta maneira sabereis se um homem se arrepende de seus pecados - eis que ele os confessará e abandonará” ( D & C 58:43 ).

Devemos manter uma determinação inflexível e permanente de nunca repetirmos a transgressão. Quando mantemos esse compromisso, nunca mais sentiremos a dor desse pecado novamente. Temos que fugir imediatamente de qualquer situação comprometedora. Se uma determinada situação nos faz pecar ou pode nos fazer pecar, devemos sair. Não podemos nos demorar na tentação e esperar vencer o pecado.

Restituição. Devemos restaurar, tanto quanto possível, tudo que tenha sido danificado por nossas ações, seja a propriedade de alguém ou a boa reputação de alguém. A restituição voluntária mostra ao Senhor que faremos tudo o que pudermos para nos arrependermos.

Justos vivos. Não é suficiente simplesmente tentar resistir ao mal ou esvaziar nossa vida de pecado. Precisamos preencher nossa vida com retidão e nos envolver em atividades que tragam poder espiritual. Precisamos mergulhar nas escrituras e orar diariamente para que o Senhor nos dê força além da nossa. Às vezes, devemos jejuar por bênçãos especiais.

A obediência total traz o poder completo do evangelho em nossas vidas, incluindo maior força para superar nossas fraquezas. Essa obediência inclui ações que talvez não consideremos inicialmente parte do arrependimento, como participar de reuniões, pagar o dízimo, prestar serviço e perdoar os outros. O Senhor prometeu: “Aquele que se arrepender e cumprir os mandamentos do Senhor será perdoado” ( D & C 1:32 ).

Da mesma maneira meu pastor ontem me ensinou, que para sermos limpos devemos guardar a palavra e as por em pratica na vida! 
Atente-se à palavra do Senhor.

Testemunho:
Meu arrependimento e minha conversão ao Senhor. E eu chorei, chorei como criança quando sai do ventre da mãe quando me arrependi e deixei as coisas do mundo, mais foi um choro de renascimento, pois da mesma maneira que sai do ventre e vi a LUZ eu me deparei com Cristo e vi seu RESPLENDOR .

By Marcos Mattos
Radio Louvores Comunicações
O Melhor do Gospel é Aqui! 
Estamos Juntos até o Céu.

segunda-feira, 13 de maio de 2019

Evangelizando Pessoas

Pois com o coração se crê para justiça, e com a boca se confessa para salvação. Como diz a Escritura: "Todo o que nele confia jamais será envergonhado". Não há diferença entre judeus e gentios, pois o mesmo Senhor é Senhor de todos e abençoa ricamente todos os que o invocam, porque "todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo". Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram falar? E como ouvirão, se não houver quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: "Como são belos os pés dos que anunciam boas-novas!" No entanto, nem todos os israelitas aceitaram as boas-novas. Pois Isaías diz: "Senhor, quem creu em nossa mensagem?" Consequentemente, a fé vem por se ouvir a mensagem, e a mensagem é ouvida mediante a palavra de Cristo. 
Romanos 10:10-17

Hoje quero compartilhar aqui com você algo que não sai da minha cabeça nos últimos dias:

“Preciso fazer o Evangelho conhecido”.

Fico pensando muito sobre o plano de Deus para a nossa geração…

A Bíblia diz que Jesus veio para trazer fogo à terra. Tenho pra mim que Ele gostaria que ela já estivesse ‘em chamas’.

Mas o que seria estar em chamas?

É estar totalmente consumido, envolvido a ponto de não conseguir pensar em outra coisa. Alguém em chamas, incendeia todos que se aproximam.
É estar totalmente ligado ao amor incondicional, é ter a mente de Cristo!

O Evangelho que conhecemos e mudou nossa vida precisa alcançar outras pessoas.

Quem recebe Jesus e se torna um com Ele, passa a ter a Sua mente.

E o que é que Jesus mais ama? Almas. Pois estas somos nós no seu Reino!

Esses dias decidi sair para evangelizar e me deparei com um homem que que pensava em tirar a própria vida.

O Espírito Santo me deu as palavras certas para falar com ele.

Esse homem desistiu de tirar própria vida e se reconciliou com Deus.

Eu cheguei em casa com um sentimento inexplicável. Fiquei grato a Deus por ter me usado para salvar aquela vida.

Definitivamente, nada pode me pagar por isso, pois o amor de Jesus por mim é o meu maior abono.

Existem muitas pessoas morrendo hoje sem conhecer Jesus.

E isso porque nós negligenciamos o que recebemos, deixamos a vergonha e o medo tomar conta, mas Deus nos ungiu com coragem, e não com covardia.

Muitos dizem não conhecer o suficiente para evangelizar. Porém, o Espírito nos dá as palavras certas segundo o que conhecemos.

O que sabemos tem muito valor para alguém que precisa ouvir a voz de Deus!

No entanto, precisamos conhecer mais a sua palavra. Afinal, os caminhos dele são insondáveis.

Para te ajudar nisso, posso te indicar a Bíblia que vai aprofundar os seus conhecimentos.

Nela você vai conhecer sobre a palavra de Deus e ter várias formas de levar a mensagem do Evangelho.

E você poderá aplicar o que foi aprendido em sua vida e aprofundar o seu relacionamento com Deus.

Meu desejo é que seu coração possa ser incendiado pela causa do Evangelho, e que através da sua vida, muitas pessoas sejam alcançadas!

O Evangelho precisa ser pregado.

Te desafio a orar por alguém na rua hoje, conte nos comentários a sua experiência.

By Marcos Mattos

Rádio Louvores  
O Melhor do Gospel é Aqui!

#Compartilhe nossas publicações, esta também é uma maneira de evangelizar!

terça-feira, 7 de maio de 2019

Justin Bieber compartilha sobre depressão e diz: “Deus não tem medo da sua dor”

O cantor Justin Bieber, considerado um dos fenômenos da música pop internacional, utilizou mais uma vez suas mídias sociais para compartilhar um pouco da sua nova vida ao se voltar para Jesus Cristo.

Falando de como Deus tem lhe fortalecido nos momentos de fraqueza, Bieber incentivou os fãs que por ventura estejam passando por momentos difíceis, como o enfrentamento da depressão, a buscarem ajuda em Cristo.



“Não pare de lutar, a batalha já está vencida. Lute pelo que você ama e por quem você ama”, disse Bieber. “Não deixe o medo e a ansiedade vencerem. Deus não nos deu um espírito de medo, mas de poder, amor e uma mente sã”.

Apesar de todo sucesso no meio artístico, riqueza e fama, Bieber indicou que faltava o principal em sua vida, que era se reconhecer como à imagem e semelhança de Deus, criado por um propósito específico.

Ele compartilhou sobre como se sentiu por muito tempo. “Eu não acreditei na verdade sobre mim mesmo. Eu não acreditei que eu sou amado”, disse ele no Instagram.



“Eu não acreditei que eu sou perdoado. É uma coisa difícil de entrar na minha cabeça. Eu abaixei minha cabeça com vergonha e mergulhei na tristeza por causa das pessoas que me traíram”, destacou Bieber.

Em seguida, Justin Bieber disse para os fãs confiarem em Deus, porque Ele não muda e está pronto para perdoar, acolher e amar a todos. “O caráter de Deus nunca muda; Ele é o mesmo ontem, hoje e para sempre. Ele é sempre bom!”.

“Eu não tenho medo de ser vulnerável diante Dele… Seu poder é fortalecido em nossa fraqueza. Deus não tem medo da sua dor e do seu quebrantamento. Ele na verdade a acolhe. ‘Venha a mim todos os que estão cansados ​​e sobrecarregados e eu lhes darei descanso’. Estas são palavras de Jesus! Há esperança e está Nele! Ele ama e cuida de você!”, disse ele.

“Seja quem você for, Ele te aceita como você é! Ele ama e perdoa você, e te recebe em Seus braços toda vez que você estiver em dificuldade. Ele é um Deus perfeito e amoroso que te adora!”, conclui Bieber.


Fonte: GospelMais https://noticias.gospelmais.com.br/justin-bieber-depressao-deus-medo-sua-dor-112763.html

sexta-feira, 3 de maio de 2019

Clamor do aflito

“Estou aflitíssimo; vivifica-me, Senhor, segundo a tua palavra” (Sl 119.107).

A aflição é inevitável. Chega para todos, sem exceção. A vida não se desenrola num parque de diversões. Aqui navegamos por mares revoltos e atravessamos desertos inóspitos. Pessoas e circunstâncias tiram nossa alegria.

Preocupações e ansiedade roubam nossas forças. Pecados e transgressões estrangulam a nossa paz. Enfermidades e limitações financeiras roubam nosso sono. Muitas são as causas de nossas aflições. Variadas são as consequências delas.

O texto em apreço apresenta-nos quatro lições oportunas:

Uma confissão. “Estou aflitíssimo…”. O Salmista coloca sua aflição em grau superlativo. Sua aflição chegou ao nível máximo. Essa aflição vaza por todos os seus poros. Sua mente é açoitada pelo chicote dessa dor indescritível. Seu corpo é surrado pelos efeitos dessa angústia. Sua alma é atormentada, sem pausa, por essa tristeza que o encurrala por todos os lados. Temores internos e ameaças externas agravam sua crise. As dores do passado e o medo do futuro lançam sombras sobre sua vida. O presente o deixa atordoado. Não encontra nos recursos dos homens nenhum lenitivo. Saúde, dinheiro e prazeres não podem aplacar a sua dor emocional. Aventuras e conquistas não podem serenar os vendavais de sua alma. Está muito aflito, aflitíssimo!

Uma súplica. “… vivifica-me…”. Em face de sua extrema aflição, o salmista clama por vivificação. A tristeza nos abate a ponto de secar nossa alma. A aflição profunda transforma os cenários verdejantes do nosso coração num deserto cheio de cactos. Onde havia júbilo, a aflição traz a sinfonia dos gemidos. Onde havia brados de vitória, a aflição chega com sua bagagem cheia de derrotas amargas. Onde havia os raios fúlgidos da esperança, a aflição traz as nuvens escuras do desespero. Nessas horas, precisamos clamar aos céus para que nossa sorte seja restaurada. Precisamos de renovo, de restauração, de vivificação.

Um consolador. “… Senhor….”. A aflição pode vir de diversas fontes, mas nossa vivificação só pode vir do Senhor. Só ele tem poder para enxugar nossas lágrimas, terapeutizar nosso coração e curar as feridas da nossa alma. Só ele tem poder para perdoar nossos pecados, quebrar os grilhões que nos oprimem e arrancar da nossa alma a dor que nos aflige. Só o Senhor pode curar o enfermo, dar paz ao aflito e salvar o perdido. Quando descemos às profundezas da nossa aflição, somente Deus pode estender-nos a mão e tirar-nos desse poço escuro. Ele é poderoso para transformar nossos desertos secos em mananciais, nossos vales escuros em horizontes ensolarados, nossos dramas pessoais e familiares em motivos sobejos de louvor. O Senhor é o nosso consolador. Para ele não tem causa perdida nem problema insolúvel. Dele vem a nossa cura. De suas mãos procedem a nossa restauração.

Um instrumento. “… segundo a tua palavra”. Deus opera maravilhas em nossa vida segundo a sua palavra. Ele chama-nos ao arrependimento pela voz poderosa da sua palavra. Ele transforma-nos pelo poder de sua palavra. Ele instrui-nos na verdade, segundo a sua palavra. Ele guia-nos pelas veredas da justiça, pela luz da sua palavra. É pela palavra que nascemos. É pela palavra que crescemos. É pela palavra que atingimos a maturidade. Pela palavra Deus nos salva e nos reveste de poder. Pela palavra Deus nos consola e faz de nós instrumentos de consolação. Pela palavra Deus enche nossa alma de gozo e vivifica o nosso coração.

By Marcos Mattos

Radio Louvores - O Melhor do Gospel é Aqui!

quinta-feira, 2 de maio de 2019

Seu Ministério

Como prisioneiro no Senhor, rogo-lhes que vivam de maneira digna da vocação que receberam. 
Efésios 4:1

A nossa caminhada com Deus é a coisa mais importante das nossas vidas…

Desde o momento em que dizemos sim, até o final da carreira quando finalmente poderemos dizer que combatemos o bom combate, guardamos a Fé e terminamos a carreira.

Mas quantos de nós dizem sim e conseguem continuar firmes até o final?

Acredito que muitos chegam firmes até o final de suas vidas, mas e o processo?

Será que durante a caminhada nunca erramos? Será que nunca fomos seduzidos pelas coisas deste mundo? Ou até mesmo achamos que estavámos no caminho certo mas nosso coração estava em outro lugar?

O “Sim” que nós damos a Deus exige de nós uma restauração completa, implica ter o Senhor no centro das nossas vidas e ser um verdadeiro servo, filho e adorador…

A caminhada com Cristo não é perfeita, cheia de flores,

Muito pelo contrário…

Somos perseguidos, injustiçados, odiados…

Mas como não nos deixar roubar pelas circunstâncias?

Conheço muitas pessoas que estavam no caminho e despencaram por não conseguir manter seus corações com a motivação certa.

O nosso ministério exige muito de nós,

Renúncia, dedicação e para alguns: Exclusividade…

Afinal, cada um foi chamado para fazer uma coisa específica nessa terra.

O que eu quero te dizer hoje é o que o seu ministério merece o todo o seu esforço e dedicação, mas muito além disso é o seu coração e vida com Deus.

Muita gente cria o personagem do ministério, o profeta, o pregador, o evangelista…

Mas todos esses títulos passarão assim como tudo nessa terra.

Precisamos nos capacitar, aprender, estudar e estar aptos para fazer o que o Senhor nos colocou neste mundo para fazer…

No entanto,

Todos nós passamos por tempestades e espinhos e tudo bem,

Você não precisa se descabelar, nem tudo que fazemos no início da caminhada é o que faremos até o fim.

Não importa o que as pessoas vão dizer ou pensar,

Existe beleza na crise,

Existe um lindo arco-íris após a tempestade.

O Seu relacionamento pessoal e secreto com Deus é mais importante do que o seu ministério que todos podem ver.

Nem todo mundo sabe lidar com a visibilidade

E está tudo bem!

Deus compreende as nossas dores, as nossas fraquezas,

E hoje quero te motivar a tirar o foco das pessoas, do ministério e de tudo que você faz para Deus…

Foque em Deus!

Tem muita gente que faz a obra de Deus sem Deus e você não quer ser uma dessas pessoas.

Você não é o que você faz, você é o que a Bíblia diz que você é.

Não deixe as obrigações, a correria e todas as responsabilidades de um cargo te afastarem do verdadeiro foco:

JESUS!


Seu ministério é o que Deus te tocar.

A Palavra é lugar onde mais Deus fala conosco, eu tenho certeza que quanto mais firmados na Palavra nós estivermos menos estaremos propícios a perder o foco.

Mantenha os olhos fixos no Senhor!

Esta Rádio é o meu ministério de Louvor!

By Marcos Mattos

Texto dedicado há:

 Ao Pastor Joenilson, que me disse Vai nessa tua força e abrace o seu chamado!

Ao amigo e concunhado Pastor Joílson Damasceno que me levou ao conhecimento do evangelho!

Ao irmão Willian Santos que me convidou a pregar pela primeira vez e a irmã Deise que me permitiu a tocar pela primeira vez.

E a todos os irmãos da Igreja Batista Centenario da 7 Portas que me receberam de braços abertos, me dando uma grande lição de amor e acolhimento...

Estamos Juntos até o Céu!

terça-feira, 30 de abril de 2019

Idosa e filho se libertam do vício do álcool após aceitarem a Jesus no Sertão da Paraíba


A vida no Sertão nordestino possui como uma das suas características a força do seu povo. Gente que aprendeu desde muito cedo a lutar para superar às dificuldades. Mas ao mesmo tempo, apesar da fé e tradições religiosas fazerem parte desse contexto, seguir os passos de Jesus Cristo, como realmente ensina a Bíblia Sagrada, é algo distante para muitos.

O testemunho de dona Francisca, hoje com 74 anos, ilustra bem isso. Ela só teve a oportunidade de ouvir sobre o Evangelho de Cristo, de fato, quatro anos atrás, com a chegada de missionários, os quais ela pensou inicialmente que eram ladrões.



“Quando eles chegaram na minha casa e eu vi aquela multidão de gente, eu pensei que eram ladrões e me escondi embaixo da cama. Eles começaram a orar por meu esposo e meu filho. Eu disse: ‘Meu Deus, essa aí é a palavra de Jesus e eu estou me escondendo’”, contou dona Francisca ao portal Guiame.

Dona Francista e o seu marido moram na comunidade rural de Malhada Vermelha, no município de Santo André, na Paraíba. Ela contou que apesar de algumas desconfianças e críticas dos vizinhos, resolveu se dar a oportunidade de ouvir o que os missionários tinham a dizer em cada visita que eles faziam.

“Depois dessas visitas, eu fui ficando muito feliz. O povo ficou implicando, dizendo que eram ladrões, que iriam me roubar. Eu dizia: Seja o que Deus quiser!”, disse ele. Como resultado, Francisca se converteu e hoje comemora o resultado de ter recebido em sua vida a morada do Espírito Santo: “Aceitei e até hoje eu sou feliz”, disse ela.



Dona Francista bebia cachaça para lidar com os problemas, especialmente à ira. Ela lembrou um pouco de como era antes de aceitar a Cristo.

“Mudou muita coisa. Quando eu sentia raiva, eu descontava na cachaça e não conseguia perdoar as pessoas. Eu ficava com aquilo tudo trancado. Mas hoje eu tenho raiva e, de repente, passa. Eu agradeço a Jesus por estar conduzindo a minha cabeça”, contou.

O vício na bebida alcoólica sumiu depois que dona Francisca recebeu uma oração. Ela chegou a mostrar aos missionários Pedro e Kessia Buriti, que fazem parte da Upgrade Missões, responsável pelo evangelismo na ocasião, a garrafa de cachaça que escondia em seu guarda-roupas.

“Ele colocou a mão na minha cabeça e, naquela hora, eu não senti vontade de beber nem refrigerante. Foi Jesus!”, disse Francisca, destacando que até o seu filho que também bebia, foi liberto da dependência.

“Quando o povo me dava raiva, eu bebia uma golada e saía para brigar”, confessou. “Mas depois da oração, eu me senti muito feliz. Não aceito mais nada de bebida. Me sinto muito feliz em também ter tirado a cachaça do meu filho. Foi uma benção mandada por Jesus!”, conclui.

Atualmente dona Francisca se dedica a um curso de alfabetização promovido pela Upgrade Missões. O objetivo é conseguir ler a Bíblia. Ela e a sua casa, finalmente, servem ao Senhor.


Fonte: GospelMais https://noticias.gospelmais.com.br/idosa-liberta-vicio-alcool-aceitar-jesus-sertao-112274.html

Evangélicos montam vigília em ponte para evitar suicídios e salvam 16 vidas



Uma ponte de grande extensão na cidade de Natal (RN) vem ficando marcada como um local de suicídios, e para evitar mais perdas de vidas, um grupo de evangélicos formou um acampamento para impedir que pessoas desesperadas saltem para a morte.

Inaugurada em 2007 na capital potiguar, a ponte Newton Navarro, de 55 metros de altura e 1,7 km de extensão, ligando as zonas leste e norte da cidade. Relatos dos moradores da região indicam que diariamente são registrados suicídios ou tentativas, mas governo e prefeitura não criaram uma estatística oficial sobre as mortes no local.



O pastor Rubens Medeiros, da Assembleia de Deus Milagres, ficou incomodado com a situação e idealizou a ação, mobilizando fiéis voluntários para atuarem como “sentinelas” para dialogar com pessoas que estejam tentando o suicídio.

O grupo fica acampado 24 horas no local, com os voluntários se revezando na vigilância. “É uma resposta ao poder público que nunca instalou redes de proteção desde a criação da ponte, apesar das decisões judiciais”, declarou o pastor durante uma entrevista à afiliada do SBT na região.

“Nunca tinha visto ninguém querer pular, é assustador e contribuir para evitar o suicídio e salvar uma vida foi a minha maior alegria”, ressaltou uma das voluntárias.



Wellington Inácio de Melo Filho, um dos voluntários, contou como é feita a abordagem: “A gente chega junto, oferece ajuda, conversa, ora e acompanhamos a pessoa até lá embaixo, onde um de nós ou mesmo a polícia, que passa muito por aqui, dá uma carona pra casa e entrega à família”, disse. Segundo informações do Portal No Ar, até o momento 16 pessoas foram convencidas a desistir da tentativa de tirar a própria vida.

“Ficamos por aqui, evangelizando e prestando atenção às pessoas. Quando identificamos um possível suicida, passamos uma mensagem por rádio a alguém que está no alto da ponte, passando as características físicas e vestimentas. Carros que param lá em cima, também são abordados pelos irmãos”, explicou Elisângela Leonês.


Fonte: GospelMais https://noticias.gospelmais.com.br/evangelicos-vigilia-ponte-evitar-suicidios-112399.html